Governança corporativa

Política básica

Desde o início, um dos princípios de administração do Grupo Toray é de que o propósito de uma empresa é contribuir para a sociedade. O Grupo desenvolveu uma Filosofia de gestão que incorpora esse princípio.
O Grupo sistematiza a Filosofia de gestão como Filosofia corporativa, Missões corporativas e Princípios orientadores corporativos. Entre eles, as Missões corporativas exigem relacionamento desejável com interessados e enunciam o compromisso do Grupo de “oferecer aos interessados uma gestão segura e confiável”. Além disso, os Princípios orientadores corporativos estipulam o compromisso do grupo em “obter a confiança da sociedade e atender às expectativas ao atuar de forma justa, mantendo elevados padrões éticos, um forte senso de responsabilidade e transparência na gestão”.
Ao estabelecer a estrutura de governança corporativa, o Grupo procura praticar essas filosofias como sua política básica.

Descrição da atual estrutura de governança corporativa

  1. A Toray é uma empresa que tem um Conselho de Auditores Corporativos e os membros do Conselho e auditores corporativos são eleitos durante a assembleia geral de acionistas.
    Membros do Conselho e auditores corporativos, como executivos eleitos diretamente na assembleia geral de acionistas, reconhecem claramente a responsabilidade fiduciária dos acionistas que confiaram a gestão e cumprem adequadamente suas respectivas funções ao distribuir a responsabilidade sobre o status do gerenciamento aos acionistas e a outros interessados.
    Como o Grupo Toray fornece material básico a uma grande variedade de setores e globalmente desempenha papel ativo em um diversificado escopo de áreas de negócios, é necessário avaliar os vários fatores de risco sob todos os ângulos com base na experiência relevante aos locais de trabalho. Não apenas quanto à análise de gestão e tomada de decisões, mas também com relação à supervisão. Com este objetivo, o Conselho de administração formula uma estrutura na qual os membros do Conselho familiarizados com os negócios do Grupo Toray supervisionam a gestão e tomam decisões sobre diversos pontos de vista. Além disso, o Conselho de auditores corporativos supervisiona a execução das operações dos membros do Conselho com base nos conhecimentos profissionais em áreas como finanças, contabilidade e direito, além de uma compreensão sobre negócios, de um ponto de vista totalmente independente do Conselho de administração como um sistema para assegurar transparência e integridade durante a supervisão e tomada de decisões.
  2. O Conselho de administração supervisiona a gestão e toma decisões sobre importantes assuntos administrativos em relação ao crescimento sustentável e ao aumento do valor corporativo do Grupo Toray em médio e longo prazo. O Conselho de administração efetiva a Autoridade da alta administração, uma norma interna que estabelece expressamente assuntos importantes com relação a qual autoridade de tomada de decisão está reservada pelo Conselho de administração e assuntos referentes a qual tomada de decisão é delegada à gestão, incluindo o Presidente.
    Para assuntos relacionados a qual autoridade de tomada de decisão está reservada pelo Conselho de administração, uma orientação específica para importância é estabelecida com base no nível de impacto para o status financeiro da empresa e outros fatores, para assegurar que as operações da empresa em todo o Grupo Toray, incluindo empresas do Grupo, sejam incluídas segundo a sua importância, além dos assuntos estabelecidos na legislação e nas regulamentações.
  3. A Toray estabelece o Comitê de governança como um órgão de aconselhamento para o Conselho de administração, para poder informar ao Conselho de administração questões importantes relativas à governança corporativa da empresa em médio a longo prazos. O Comitê de governança consiste no Presidente do Conselho, no Presidente e todos os diretores externos, e um diretor externo atua como dirigente.
  4. Os auditores corporativos e o Conselho de auditores corporativos auditam a execução das funções dos membros do Conselho e implementam outros assuntos estabelecidos nas leis e regulamentações de uma perspectiva totalmente independente do Conselho de administração, e trabalham com afinco para estabelecer uma estrutura de governança eficaz por meio de suas atividades.

    Os auditores corporativos e o Conselho de auditores corporativos cooperam com um auditor independente para realizar auditorias apropriadas e selecionam e avaliam um auditor independente com base em um padrão adequado.

Estruturas de governança

Estruturas de governança